54 Comentários

  1. marcos

    VC MEU AMIGO TEM QUE GOSTAR MUITO MAS MUITO MESMO E MUITO DIFICIL PARA VC E MUITO MAIS FACIL PARA ELA EM TUDO, ELA SAI COM VC E NA MAIORIA ESMAGADORA VC PAGA A CONTA DELA E DA FILHA DELA TAMBEM.VC PAGA OS PASSEIOS ,VIAGENS,SHOPPING , RESTAURANTES E ETC E NO FINAL FOI MAIS QUE OBRIGAÇAO SUA E VC NAO TEM OBRIGAÇAO NENHUMA COM

    Responder
    1. Gil

      Isso é verdade namoro com mae solteira, porem a filha dela nao mora com a mae, bom nao é, só que quando ela vem ver a mae ela sai com a gente, mas devido a filha crescer com o pai e nao juntos, eu a acho grosseira o seu jeito de falar, comigo é otima mas teve um dia que ela respondeu a mae dela que era obrigacao minha e da mae dela passear e leva-la aonde a gente for, as vezes ainda vem com indiretas pra mim, e a mae diz querer morar juntos, mas acho que nao vai dar certo.

      Responder
    2. Magno Andre

      Tenho muito orgulho de maes solteiras,acho elas ,super,demais ,querreiras,e julgo ser um titulo merecido! Ja conheci algumas,e ja quiz ate namorar com elas, Mas desisti! fiquei com medo de tirar este titulo delas (afinal elas deixaria de ser maes solteiras) e poderiam me culpar por tirar este titulo de mulher querreira! seria muito triste ! por isto so fiquei ! E uma pena pois eram mulheres muito amaveis e especiais! E,eu sei sou um pouco corvade!

      Responder
  2. RICARDO FISCHER

    FRANCA E HONESTAMENTE NÃO HÁ COMO SE RELACIONAR DE FORMA SERIA OU QUERER NADA SERIO COM MULHERES DIVORCIADAS QUE JÁ FORAM CASADAS E QUE TEM FILHOS. TUDO CONSPIRA PARA O INSUCESSO DESSA RELAÇÃO! NÃO PERCAM O PRECIOSO TEMPO DE VOCÊS! SE TIVEREM DE SE RELACIONAR COM MULHERES DE FORMA SERIA PARA TER UM RELACIONAMENTO HONESTO E VERDADEIRO, ESQUEÇAM AS MULHERES QUE TIVERAM VIDAS PREGRESSAS COM OUTRO E QUE TEM FILHOS! EXISTEM MILHÕES DE MULHERES SOLTEIRAS, GOSTOSAS, NOVINHAS, INDEPENDENTES FINANCEIRAMENTE, DISPOSTAS E QUE REALMENTE QUEREM SIM SE RELACIONAR DE FORMA SERIA E VERDADEIRA. ESSAS VALEM A PENA!

    Responder
    1. Carol

      Você é de fato o tipo de homem que se morresse não faria falta alguma no mundo.
      Você generaliza de uma forma grotesca. Se você teve más experiencias com alguma mãe solteira, por favor, não generalize, nem todas estão solteiras pq são culpadas, existem diversos casos de violência domestica, traição, e maus tratos aos filhos que na maioria dos casos partem do lado masculino. Pense nesses casos antes de sair defecando pela boca meu caro.

      Responder
    2. Sara karolin gONÇALVES

      CARO rICARDO FISHER,VC FALA COMO SE FOSSE UMA ABERRAÇÃO UMA MULHER SER DIVORCIADA,EU SOU SIM UMA MULHER DIVORCIADA,MAE DE UM CASAL DE FILHOS LINDOS,SEMPRE FUI INDEPENDENTE,MSM QUANDO ERA CASADA,NUMCA TIVE APOIO DO MEU EX PRA NADA,E HJ SEI QUE POSSO SER MTO FELIZ SOZINHA,ACHO UM TREMENDO PRECONCEITO DA SUA PARTE JULGAR UM RELACIONAMENTO ASSIM,VC N VIVEU,N PRESENCIOU A VIDA DE UMA DIVORCIADA P FALAR ESSE TIPO DE COISA.HA TBÉM MTOS HOMENS DIVORCIADOS QUE N VALEM MTA COISA E VC DEVE SER UM DESSES TBÉM P FALAR COM TANTA CERTEZA QUE UM RELACIONAMENTO FRACASSADO N TEM COMO SER BOM COM OUTRA PESSOA NO FUTURO.ACHEI SUA OPINIÃO DESNECESSARIA,VC ESQUECE QUE UMA MULHER VIVIDA,TEM MTO MAIS SEGURANÇA EM SUAS AÇÕES,AO CONTRARIO DE MTAS MULHERES FUTEIS, QUE SO PENSASM EM SE APROVEITAR DE SEUS MARIDOS, NOIVOS E NAMORADOS…..SOU DIVORCIADA E SOU MTO FELIZ E SEI QUE AINA VOUE ENCONTRAR UMA PESSOA ESPECIAL EM MINHA VIDA QUE ME ACEITE DO JEITINHO QUE EU SOU, COM MEUS FILHOS LINDOS, COM MINHA PROFISSÃO QUE AMO E COM TODAS AS QUALIDADES QUE TENHO,E SÃO MUITAS….

      Responder
      1. Ricardo Fischer

        Não querer relacionamento serio com mulher com filhos são se trata de preconceitos como falam e comumente rotulam. É tudo uma questão de opção pura e simplesmente porquê uma relação afetiva/amorosa a princípio deve se começar a dois! Mulher com filhos pequenos ainda é casada, não com o ex, más, com os filhos. Essa tese se baseia na prioridade de uma mãe solteira que de uma forma equivocada destrói o tempo útil para se estar com o parceiro e isso porquê dedicam muito do seu tempo aos filhos e transformam o relacionamento afetivo em rotinas de desculpas por causa de problemas de ordem geral dos filhos e ao cansaço. Uma mulher só vai poder ter sim a real chance de refazer sua vida amorosa, quando os filhos dela tiverem endereços diferentes do delas! Homens que tem filhos pequenos, também não são bons partidos para relacionamentos sérios, no enfoque feminino, muito embora elas sejam mais complacentes com a situação do que os homens.

        Responder
    3. Camila Oliveira

      Olha Senhor Ricardo respeito sua opinião,mas se todos os homens pensassem assim nao passariam de um lixo de ser humano .
      Eu tenho 25 anos, sou mae de um menino lindo ,do qual me orgulho muito ,trabalho ,moro sozinha com ele e gosto, disso .Infelizmente perdi meu marido hà 3 anos em um acidente ,meu filho so tinha 2 anos ! Desde entao sou mae e pai dele.
      É obvio q eu nao queria ser mae solteira,mas nao foi minha escolha ,e acho q devia medir suas palavras ao generalizar ,nós maes solteiras!
      Afinal de.contas e se tivesse sido sua mae ou sua irma?

      Responder
    4. thayse

      sinto pena da mulher que lhe criou pq vc se tornou um bosta nao um homem uma mulher que tem filho sabe o que quer e dar mais atencao ao filho sim pois certas se envolvem com caras tipo vc e esses nao vale nem um sentavo muito menos atencao caras como vc realmente tem que se relacionar com mulheres que nao tem filho que tem seu tempo todo vago para andar procurando macho nas baadas e te encher de chifres pois essas nao se importao nem consigo mesmas! #sabedenadainocente

      Responder
  3. Alexandre

    é uma mer… namorar mae solteira. tive um relacionamento por 3 anos e so oque me sobrou foi uma grande desilusao amorosa e muita tristesa, vou te explicar porque, voce(namorado) sempre estara de lado, antes de tudo vem a relaçao do filho com o pai biologico e interaçao e sempre vai existir, fui na bobeira de ser um pai melhor que o proprio biologico gastava horrores fui o primeiro a comprar a cadeirinha.. era exemplo, pra no fim de tudo ela ter arquiteado pelas minhas costas do filho ir pra casa do pai no fim de ano… fiquei mto triste, ela alegava q ele tinha pedido e q se ela nao fizesse poderia ser processada por alienaçao parental, isso é verdade na real. mas oque eu ganho com isso, todo meu esforço em fazer um filho que nao meu feliz… dps ela se arrependeu pediu desculpas, mas foi deslealdade cmg… e na real qualquer padrasto nao tem vantagem nenhuma… por isso abra os olhos, mae solteira nunca mais!!!!

    Responder
    1. Equipe

      Oi alexandre, obrigada por seu depoimento. Mas você já pensou que você estava no meio de uma relação bem complicada amar tanto a criança como sue filho, mas ele tendo um pai? Também é complicado para a mãe esta relação.

      Responder
      1. Luiz Guilherme Prats

        O relato do Alexandre não é caso isolado. Quem se relaciona com mulheres com filhos tem sempre as mesmas reclamações que Alexandre narra, é generalizado.

        É uma situação complicada a dela, pois muitos homens se aproximam de mulheres com filhos só para obter sexo, é verdade! Tipos escrotos!
        Contudo, a procura dela por um homem que a aceite com o filho, também não é desprovida de egoísmo e certa dose de oportunismo. Por isso muitos homens tratam-nas de maneira escrota.

        Convenha-mos elas pedem o que não podem oferecer: prioridade e romantismo. Fica difícil um homem aceitar isso por um período longo ou para toda sua vida. Para o homem é só desvantagens (partindo do pressuposto que ele não procura somente sexo).

        Não, não tenho algumas conhecidas nesta situação e, sinceramente, vejo a situação delas como obra de suas próprias autorias. Algumas reclamam da falta de homem. Que homem vai querê-las seriamente ? Difícil. Conheço a história delas e posso dizer, eu mesmo passaria longe de ter compromisso com qualquer uma delas. Tem uma que engravidou de homem casado; outra que viajou para encontrar um cara que dizia que era rico, dono de concessionárias de automóveis e voltou grávida. Ah! Para com isso. Que homem vai querer se envolver com mulheres que não se respeitaram ?

        Responder
      2. Pablo

        Mentira.

        Toda mulher age de forma consciente.
        Tudo é pensado e calculado.

        Responder
    2. Luz

      Alexandre, minhas considerações pela sua triste história um homem que teve sentimentos nobres, infelizmente nem sempre temos a sorte por uma escolha em que envolva afinidades ao invés de desagrados. Apenas, por favor não julgue todas mães nesta condição como iguais não seria justo, Certo? Boa sorte com seu coração!

      Responder
      1. Raphael

        Luz, fiz um comentário te respondeno abaixo, mas pela sua resposta vejo que havia feito mal juizo de você.

        Desculpe.

        Responder
      2. LUH

        fui casada e tive uma filha, o relacionamento não deu certo, POIS EU ERA NOVA DE MAIS, EMFIM VISLUMBRAVA UMA COISA COM 18 E HJ AOS 28 TUDO MUDOU, TIVE MINHA FILHA COM 21 ANOS ETC ETC ETC, REALMENTE É DIFÍCIL ACHAR UM HOMEM PARA CORRER LADO A LADO DISPOSTO A TUDO. POIS BEM QUANDO CONHEÇO ALGUÉM CONVERSAMOS E EU JÁ DIGO TENHO UMA FILHA, OLHA A FOTO DELA, NISSO JÁ POSSO NOTAR QUAL A INTENÇÃO DO CARA, NEM PERCO MEU TEMPO QUANDO VEJO QUE O CARA SÓ QUER SEXO, JÁ NEM PROLONGO AFINAL PRIORIDADE MINHA FILHA E SE O CARA FOR UM HOMEM DE VERDADE E REALMENTE GOSTAR DE MIM MINHA FILHA NÃO SERÁ EMPECILHO, PELO CONTRARIO ELE A AMARÁ COMO FILHA. AGORA QUANDO O CARA NÃO QUER NADA, REALMENTE O FILHO IRA ATRAPALHAR.
        QUANDO UMA PESSOA SE MOSTROU INTERESSADA EM MIM E FOI RECIPROCO EU DISSE, AQUELA ALI É A MINHA FILHA, EU NÃO DEIXO ELA COM MEUS PAIS PARA IR EM FESTAS, NEM PARA IR EM MOTEL. EU RESPEITO MEU CORPO E MINHA FILHA E A MINHA FAMÍLIA TAMBÉM. VC QUER NAMORAR COMIGO, SAIBA ALI ESTA MINHA FILHA É ISSO QUE VC QUER?…SIM É ISSO. RELAÇÃO PERFEITA TRATA ELA MELHOR QUE O PRÓPRIO PAI E É RECIPROCO. SINTO QUE SOMOS UMA FAMÍLIA, SEM ESSA DE ” O FILHO NEM É MEU” SE QUER ENTÃO É PRA CORRER JUNTO, TANTO UM QUANTO O OUTRO. NÃO VAMOS GENERALIZAR, É CLARO QUE UM HOMEM QUE SÓ QUER CURTIR, VIAJAR, FARRAS NÃO ESTÁ PREPARADO PARA UMA RELAÇÃO ASSIM, MAS SE FOR UM CARA QUE PROCURA TER UMA FAMÍLIA SEJA ENTEADOS OU FILHOS PRÓPRIOS NADA IMPEDE. TEM QUE SE ESTRA NA MESMA VIBE.

        Responder
    3. Cris

      Sei bem o que você passou Alexandre , muito triste , ser o paizao para pagar as contas dar bons exemplos,levar ao medico cuidar e amar, e ver a criança se interando com o biológico por mais ausente que ele seja….revoltante , nos sentimos idiotas completos.

      Responder
  4. Augusto

    Mãe solteira com muito orgulho né!!!!! Então diga no primeiro encontro com 2 minutos de interação com o pretendente pra ver se ele não se espanta e some rsrs
    Claro que você não diz, não tem orgulho coisa alguma, sabe muito bem que seu valor no mercado sexual é baixo se comparado com outras mulheres mais bonitas e sem filhos.

    Responder
  5. Steve

    Sempre namorei a sério; mas nunca tive envolvimento com mães solteiras.

    Motivos que dificultaria um relacionamento com mãe solteira:

    1- Se a relação não deu certo com o ex, AINDA MAIS TENDO FILHOS – pq daria certo agora, que a ligação entre o casal formado é menor?

    2- Caso o homem trate bem da criança, gere laços afetivos e se apegue; havendo uma separação a dor é duplamente pior: perde-se a parceira e o contato com a criança;

    3- Caso o homem banque a criança e a mulher queira cobrar pensão dele, alegando paternidade sócio-afetiva, o homem deverá bancar pensão pra um filho que não é dele por muitos anos;

    4- Havendo crises e problemas é extremamente difícil pra um homem que não é pai exercer o papel de pai com a criança, ordenando e protegendo; parece que ele só será pai na hora de dar bons exemplos, bancar e agradar, mas não no momento de exigir respeito, determinado comportamento ou de aplicar um castigo necessário;

    5- Haverá sempre a sombra de um ex por perto, que tem uma história de conquistas, histórias e várias coisas com a mãe da criança; exigir que um homem comum se sinta seguro nessa situação é bem complicado;

    6- Pode haver dúvidas se a mulher realmente gosta daquele parceiro de coração, ou se está ali apenas por buscar uma “relação segura”. – O que também gera insegurança.

    Homens também tem sentimento e até desejam se relacionar; entretanto os símbolos de comportamento e moral estão totalmente destruídos pela nova era que surge.

    É complicado se dispor financeiramente, intelectualmente e psicologicamente dentro de uma relação com tamanhos riscos de dar errado.

    Acho que só é possível tal relação ocorrer nos seguintes cenários:

    1- O homem já tem um filho de outro casamento, podendo dar o mesmo tratamento para as crianças;

    2- O homem e a mulher tendo laços de amizade muito forte e longo, capaz de gerar uma atração real e amorosa pela pessoa do outro – mas isso é raro e leva muito tempo;

    3- Um homem que não pode ter filhos ou que tem problemas de vigor sexual;

    =-=

    Se a mulher com filhos deseja arranjar um bom parceiro, ela deverá:

    1- Estudar e buscar meios de ter filhos mui educados, limpos, saudáveis e organizados. Um homem vendo que tal mãe é uma boa mãe, pode se atrair por ela e querer ter um bom relacionamento para formar família e ter mais filhos;

    2- Crescer intelectual e profissionalmente;

    3- Ter um comportamento condizente com a condição de mãe; – Mãe baladeira é o fim, de micro-short pra cima e pra baixo, etc.. é o fim.

    4- Tentar resolver as dúvidas existenciais e psicológicas, abrir a própria cabeça a novos horizontes por meio da literatura e música clássica, orações e consultas a psicólogo. Mulher muito brigona, ciumenta, insegura, problemática.. também afasta os caras.

    Toda caminhada tem o primeiro passo, comecem agora não visando um parceiro, mas o próprio bem e dos filhos; com o tempo tudo se acerta.

    Steve.

    Responder
  6. Gil

    Estou de volta a este site que é muito importante para que nós podemos trocar experiencias:
    Estava numa relacao e como disse em Junho/2013, a filha de minha ex namorada vinha para casa dela de vez em quando, até ai tudo bem, mas, o pai dela prende e com razao a garota é um pouco rebelde tem 16 anos, sai toda semana dizendo ao pai que vai a casa da mae e vai andar com amigas e amigos e dorme ainda por lá. A mae fica louca e as vezes ate vamos atras dela. Teve um dia que o pai dela, segundo os primos dela, que quando ele retornou do trabalho mais cedo, havia dentro da casa dele dois homens de + ou – 35 anos dançando com som alto de funk com ela sozinhos dentro de casa e inda pior sao desconhecidos do pai dela, ele expulsou os caras e advertiu ela. Neste mesmo instante a mae dela vem com um assunto de quando eu casar com ela quer a filha vai morar conosco, a filha dela me trata muito bem mas eu nao confio creio que vou perder minha liberdade dentro da minha casa e alem de aguentar talvez as visitas dos namorados e ainda o pior de uma eventual gravidez e eu ter de arcar com todo o trabalho. Nao pensei muito eu amo ela mas com filha doidinha que so anda de roupas curtas e troca de namorado igual quando troca de roupa, nem pensar vou ter problemas e ainda criar filha de outro e ve-la respondendo a mae. Nao, nao quero, ainda bem que nao engravidei a mae porque senao eu estava aflito. nao digo que deve evitar mulher com filha de 16 anos, mas o fato é veridico. Obrigado isso foi tambem pra ajudar os amigos a nao deixar o amor virar problema.

    Responder
  7. Luz

    Lamentável notar que a postura masculina consiste em ser plenamente egoísta, machista e conveniente para si mesmos, demonstrando infantilidade e mau caratismo. A maternidade é algo único na vida de uma mulher e estar solteira com um bebê no colo certamente, não foi opção pois se os homens fossem verdadeiros e honestos não deixariam namoradas, noivas e esposas sozinhas enquanto mentem, traem, agem com violência moral, física e emocional com sua parceira. Acredito que todos têm o direito de recomeçar e evoluir. Espero que os comentários tão grosseiros , machistas e preconceituosos não machuquem as mulheres que tem o direito de serem amadas pois se trata de algo inerente ao ser humano. E um detalhe mães são mães e não buscam a conta bancária ou quem assuma seu filhote e sim participe da vida, vivêncie emoções e descobertas tão valiosa à vida! Ainda com relação somos muito profissionais estamos entre médicas, advogadas, dentistas,arquitetas,professoras, secretárias, auxiliares de limpeza, cabeleireiras pois homem mau caráter está igualmente em qualquer profissão, país ou religião. Basta de preconceito e cuidado para não serem processados por difamação!

    Responder
    1. Raphael

      Caso você tenha generalizado, a resposta abaixo é para você LUZ, caso não desconsidere.

      Desculpe, mas tem comentários machistas e outros com pontos de vista muito bem explicados e válidos de não querer se relacionar com mães solteiras.

      Seu tipo de comentário é típico de quem não gostou de ser contrariada com opiniões diferente e já logo taxa de algo, como machista por exemplo. Essa tática de rotular pessoas por ter um ponto de vista diferente é apelação.

      Claro que a mulher merece uma segunda chance a vida, mas é inevitável uma criança no relacionamento mude tudo.

      Vocês trabalha, claro que sim, e que bom. Mas existe muitas aproveitadoras. Algumas chegam a “exigir” que ajudemos a bancar a criança e se não fazemos somos pão duro e se magoam.

      Responder
    2. Anderson oliveira

      Muita das vezes certas mulheres saiu e engravidou de um nóia, sem futuro, você acha que essa mulher tem senso de fazer boas escolhas, e você estudar , trabalhar crescer na vida para bancar de pai dessa criança. A criança não tem culpa e muito menos eu.

      E é comprovado científicamente que o primeiro filho que a mulher teve será sempre mais forte.

      Responder
  8. Jéssica

    Poxa, sou mae solteira, qnd estava gravida descobri que o pai do meu filho me traia, sofri mt, vim ler esse post pra ver se me animava, mas pelo visto….nunca mais vou encontrar alguem que goste de mim e que queira ser feliz cmg……os comentarios masculinos sao horriveis, as pessoas acham q maes solteiras sao safadas e interesseiras, mas eu nao sou nada disso, tenho meu emprego , nao preciso q ngm me sustente e nunca fui safada, nao fiz nada de errado, fui traida e enganada….e agora ganhei o titulo de mae solteira e todo o preconceito q vem junto. :/

    Responder
    1. Raphael

      Jessica,

      Você não pode ter feito nada de errado, mas além de comentários machistas tem vários comentários válidos acima.

      Eu por exemplo evitaria uma mãe solteira, mas lógico que dependendo da pessoa me envolveria, mas os fatos abaixo que vou citar não são preconceitos e sim fatos que prejudicam qualquer relacionamento.

      -A prioridade da mulher sempre será o filho, o que é totalmente correto. Eu que não tenho filhos terei que aceitar isso. Mas pense bem, quero sair com você e você não por causa do seu filho ou não poderemos viajar por causa dele ou ter que levar ele conosco em um momento que era para ser só de nós dois.

      – Caso o homem trate bem da criança, gere laços afetivos e se apegue; havendo uma separação a dor é duplamente pior: perde-se a parceira e o contato com a criança

      -Já vi muitos casos de mãe jogar na cara do padrasto que ele não é o pai e que não pode colocar o filho de castigo. Ou seja, ele banca a criança junto com a mãe e o pai biológico, convive e mesmo assim sofre isso. Lógico que nem todas são assim, mas para descobrir?

      -Por mais que não precise que o namorado banque nada para a criança, sejamos francos, isso vai acontecer, não há como escapar. Se ele fizer de bom grado que ótimo.

      -O pai da criança, se for um homem decente, terá contato a todo momento com você e isso gera ciumes. E não exclusividade nossa não, canso de ver mulheres com ciumes nessa mesma condição.

      Claro que, você sendo uma mulher direita e honesta, e tiver a ciencia desses fatores que atrapalham e decidir trabalhar juntamente com seu com seu pretendente e entender suas inseguranças, vai dar certo.

      Conheço vários casos que deram certo e tenho certeza que você também será feliz.

      Responder
      1. Anonimo

        Sou mãe solteira a seis anos, fui casada durante 12anos com o pai dos meus filhos, tive a primeira filha apos 4anos de casada (planejada) e como eu queria apenas dois filhos planejamos nosso segundo filho e entramos em acordo que ele faria a vasectomia, por ser menos dolorido para o homem!
        No terceiro mes de gestaçao descobrimos que eram gêmeos, um casal… foi um desespero total…enfim…
        quando eu estava com sete meses dos gêmeos, eu o flagrei com outra em 2008 quando fomos passar o réveillon na casa dos pais dele, ele saiu e me deixou sozinha, 30 quilos mais gorda e com dois filhos dele na barriga e mais uma de sete anos.
        ele e musico, mas sempre administrei muito bem esse defeito, eu trabalho em uma multinacional esse ano vai fazer 12 anos.
        ao ser flagrado ele pegou o carro foi embora pra nossa casa em são Paulo onde morávamos de aluguem, ( me deixou c a criança na casa dos pais dele) pegou tds os seus pertences e foi morar c a vagabunda, foi um sufoco danado para ir embora de volta na situação q eu estava e com mais uma criança, mas cheguei!!
        Ao chegar constatei que ele tinha me abandonado, minha pressão subiu eu tive que ser socorrida as pressas pois com o aumento da pressão eu e os gêmeos corríamos risco de vida, fui pro hospital e fizeram uma cesariana, da sala de parto fui direto pra UTI, com um grave problema cardíaco e inconsciente e usando fraldas, o bonito estava com a vagabunda em porto alegre, depois de vinte dias internados os gêmeos tiveram alta, eu não! meus parentes foram buscar as crianças… e uma historia bem longa, mas Deu pra sentir o drama, nesses seis anos de separaçao, comprei um apartamento, sai do aluguel, comprei um carro modesto, tirei minha habilitação, comprei uma casa modesta de veraneio na praia… não eu nao fiquei rica e nem roubei ate necessidades passei ates de chegar ate aqui, agarrei com unhas e dentes a oportunidade de meia bolsa de estudo que ganhei da empresa que trabalho para estudar administração em uma das universidades mais conceituadas do estado FGV.
        Após o terceiro semestre de curso superior consegui uma promoção no trabalho e o restante que citei acima veio depois… Nesse seis anos me relacionei com alguns homens que ao saber que eu tinha uma situação financeira estável ja falavam logo em casamento, me lembro que namorei meses com um, que pediu a chave da minha casa pra colocar um varão de cortina pra mim e nunca mais devolveu.
        Um belo dia cheguei em minha casa estava ele o marido da irmã dele e meu irmão comendo porcão de salame,( meu salame) e tomando cerveja em minha casa assistindo o jogo do “curintia”. estávamos namorando a apenas quatro meses, botei ele pra correr com um escândalo básico, ele era um vagabundo.
        Depois me relacionei com um outro que aposentos seis meses q estávamos juntos eu o deixei frequentar a minha casa mas ele invadia demais minha privacidade, fuçava meu computador e meu celular tbm mandei pastar.
        Desisti de ter alguém pois eles so queriam casar quando viam que tinham um teto pra morar,
        Depois de um nano que não me relacionava com ninguém e olha que foi doloridopoiseu sentia muita falta de sexo, sempre fui bem ativa mas acreditem, me virei bem com meus dedos e nem me decepcionei com nenhum vagabundo.
        Depois de muita muita carência resolvi que ia pegar um rapazinho do trabalho que era bem tímido, ele tinha o porte físico que eu gostava e era discreto, nao ia falar nada pra ninguém, ele tinha 23 anos e eu com 33. ( tive os gêmeos e me separei aos tive e nove anos).
        Vai fazer agora em julho tres anos que estamos juntos, ele me adora, e adora os meus filhos, veio com esse papo de morarmos juntos, nunca acettei e nem aceito, ele mora c os pais q nao aprovam a relação e acham q eu procuro alguém pra me sustentar eu e as crianças, ele ganha acho que 1.300 reais por mês,as vezes ate o ajudo quando ele se aperta pra pagar as contas da casa dele, só ele trabalha e os pais nem aposentados são, eu ganho 5x mais que ele!

        Agora homens que não gostam de mães solteiras, respeito a opinião de vcs mas não influencia em nada na minha vida!!!
        meu ex marido quis voltar a dois anos atrás depois q a vagabunda deu um pé nele pra ficar com o cara da escola de samba( mereceukkkkk), depois de ser rejeitado disse que tinha direito a metade do que eu conquistei…kkkk tratei logo de oficializar o divorcio e meu namorado lindo ja colocou ele no lugar dele…
        Sou linda, gata, gostosa, meus filhos estão bem amparados estudam os tres em colegio particular tem tudo que precisam…
        Pode ser que o meu nego lindo esteja comigo so por oportunismo, mas ele e bastante carinhoso e atencioso comigo e com as crianças e tem liberdade de me deixar se quiser, quando ele fala em casamento eu digo a ele q quem casa quer casa, e que eu nao saio do conforto do meu lar pra morar com ninguém e nem coloco homem nenhum pra morar comigo por que tenho receio de conflitos com meus filhos!!!
        oportunidades já tive varias de me casar de novo, uma hora ele vai cansar sei que vai, mas ai aparece outro oportunista ou não, sempre aparece, basta eu saber identifica~los e manter distancia dos meus filhos,,,
        MÃES SOLTEIRAS nao se abalem com opiniões alheias que não vão agregar nada, pelo contrario so denegrir nossa auto estima, posso ser sim uma exceção mas vamos combinar que precisam rever seus conceitos, as menininhas novinhas, solteirinhas e sem filhos, estão em busca de homens bem sucedidos tbm q tenham grana pra pagar sua bebida, sua entrada na balada e se não tiverem carro elas nem olham pra vcs,,, que dependendo da idade tão ralando pra comprar uma lata usada!
        Ainda vem falar de mãe solteira!!!
        Feliz do homem que conseguir a minha confiança e conquistar meu coração de pedrfa por que modéstia a parte eu sou mesmo foda em tudo que eu faço!! Graças a Deus e meu desempenho é claro!!!
        Apenas vivam e aproveitem por que conheço uma porrada de marmanjo com mais de 30 a 39 anos doido pra casar e pega o que vier pela frente, e provavelmente tiveram esse mesmo pensamento retrógrado q vcs e estao no desespero por dexarem passar oportunidades!!
        As novinha de hj pelo meno 30% delas de 13 a 25 anos a maioria ja tem um ou mais filhos e ai,vcs vao fazer o que? pegar os gays que não tem filhos???

        Responder
  9. Cris

    E realmente complicado, falo por mim e entendo os exemplos acima, na maioria das vezes o homem fica de escanteio vivênciando uma relação paralela do filho com o pai e ele sendo o pai para pagar as contas , educar, dar bons exemplos e fazer a parte difícil da coisa mas sem nenhuma legitimidade …e sempre vai ter que agüentar o ex na porta da sua casa.Li o exemplo acima em que o rapaz comprou a primeira cadeirinha ,deve ter sido muito triste , comigo o mesmo se repete me apeguei e amo muito a criança e sou obrigado a suportar um fantasma em minha relação e lutar por uma criança que não é minha , e que com o passar dos dias cresce e não abandona e nem se esquece da figura do pai biológico por mais ausente que ele seja, ele sempre terá mais laço com a criança e automaticamente com a mãe…se poder não se envolver não se envolva.

    Responder
  10. Sérgio

    Moro com uma mae solteira há quase 5 anos. Ela tem dois filhos. Hoje um tem 18 e o outro 13. Ambos moram com a mae dela, ou seja com a avó. No início ela me disse que eles não comprometeriam o relacionamento pois além de morarem com a avó recebiam também uma pensão do pai.
    Porém bastou cinco meses para se mostrar o contrário. Observem:
    1- Descobriu minha senha bancária na minha agenda e começou a fazer saques. Comentei em casa com ela sobre o sumiço do dinheiro e ela ficava indiferente. Fui ao banco e descobrir pela filmagem que era ela, e quando falei caiu no choro dizendo que fez por necessidade pois tinha filhos e precisava de dinheiro. Ela também não trabalhava.
    2- A partir daí deveria me separar, mas investir num comercio para ela me sensibilizando com a situação.

    RESUMINDO,
    Minha mulher mente, me rouba, faz confusão toda hora, não tem amigas, ligar para minha amigas de trabalho e faz ameaças sem sentido, me prejudica profissionalmente, o comércio ela abandonou e continua sem trabalhar, pago a escola do filho adulto que não se esforça para trabalhar, e ela vive o dia todo no telefone falando com a mae e os filhos e me cobrando sempre dinheiro para suas necessidades. Me sinto controlado nesta situação e até impotente para mudar isto, pois já tentei de tudo. Infelizmente não há diálogo pois só há brigas.

    Não dá pra viver assim, Preciso de ajuda…

    Responder
    1. Kraluane

      Eu não consegui responder para todos, não sei o motivo, mas então optei por responder o ultimo.
      Tudo isso que li sobre “mãe solteira” não passa de um ENORME PRECONCEITO.
      Tanto que em sua maioria os comentários são masculinos.
      E sinceramente, é como nós mulheres pensamos dos homens… sabemos que muitos não prestam mas temos a esperança de um que se “salva”.
      Tenho 25 anos e um filho de 5. Moramos só nós e duas gatinhas lindas.
      A família paterna me ajuda MUITO, não digo o pai e sim família paterna.
      E ser solteira não faz parte da minha maternidade e sim do meu estado civil atual.
      Antes de eu ser mãe eu sou humana e mulher… sou nova e tenho uma vida inteira pela frente.
      Não me arrependo de ter um filho… principalmente porque com ele eu passei a admirar os homens (contato que sou eu que crio e educo).
      Porém nada me impede de me relacionar com alguém… meu filho é sim prioridade, mas, que relacionamento dura sem cumplicidade, amizade e companheirismo…?????
      Jamais procurei um “outro” pai para o meu pequeno, mas sim um AMIGO, alguém que eu e ele pudêssemos contar a qualquer momento… e não digo da parte financeira, porque graças a Deus somos muito bem resolvidos e já não gosto quando alguém paga algo pra mim quanto muito menos para o MEU filho.
      As pessoas (principalmente homens) tem um pensamento muito errado sobre essa situação e eu penso que, já que hoje crio um filho homem pequeno, isso vem de berço.
      E podem ter certeza que é muito mais difícil estar com um homem que já tem filho, do que com uma mulher… porque normalmente a mulher que faz tudo pela criança e qualquer atitude ou não atitude ela certamente é responsável. Já o homem que tem um filho, a educação diária não depende dele e aí quando há as visitas ou encontros, essa criança que não tem culpa de nada, esta descontrolada pelas minhocas que são colocadas em sua cabeça.
      Ser mãe “solteira” é não precisar de nenhuma pessoa do sexo masculino “sexualmente” falando… e sim, se está com alguém, é por escolha e não por necessidade.
      Claro que não posso generalizar… mas falo por mim.
      Tenho amigos e amigas de longos anos, minha relação com a parte paterna é ótima, converso MUITO com meu filho e o faço entender que nem todos casais que tem filhos continuam juntos, mas que foram capazes de gerar uma criança incrível, que no caso foi ele.
      O pai do meu filho já tem outra esposa e outro filho, e para mim isso não me trás problema algum. Muito pelo contrário… porque hoje meu filho tem um irmão, mesmo que não tenha sido gerado dentro de mim, mas reforço todos os dias que esse laço não pode se perder.
      Vocês não encontraram “mães” e no momento estão solteiras… vocês encontraram mulheres desesperadas para ter alguém e isso, mãe ou não, acontece em qualquer esquina.
      Eu sei que sou bonita, inteligente, sei conversar sobre qualquer assunto, sou independente, tenho um corpo bonito… mas… estou solteira. E é por opção sim… porque na verdade fui eu que nunca encontrei alguém que merecesse participar da minha vida e do meu filho.
      =D

      Responder
      1. Alice

        Kraluane,

        Como você, tenho um filho de 5 e tenho 27. Também trabalho, sustento a gente e educo e ele. Uma coisa que acho engraçada é que eu engravidei do único homem com quem tive relação. Era meu namorado há anos e tenho uma relação ótima com o pai dele, que, também já tem outra família (com quem me dou super bem também). Entretanto tenho amigas que não possuem filhos, mas que não possuem um terço do caráter de pessoas como você e eu. E muitas vezes eles que tem tanto medo de mães solteiras por acharem que são rodadas e complicadas, vão ficar com essas meninas…muito mais rodadas (mas que deram a sorte de nunca engravidar – algumas engravidarem e fizeram aborto, pois a gente sabe que isso é um fato comum – e escondem seu passado negro a sete chaves), elas podem ser legais, não me cabe julgar, mas também pode ser A pedra no sapato…e se você de uma sorte de leve ainda vão te dar um filho e um casamento bem monótono o que vai fazer de você um pai solteiro.
        Eu tenho pena de homens com a mente tão fechada e tão pequena, porque isso prova o quanto os verdadeiros valores de um relacionamento (companheirismo, amizade, respeito, cumplicidade…) estão sendo deixados de lado. De fato vocês não devem namorar mães solteiras meninos, afinal vocês não teriam estrutura e nem maturidade para encarar um relacionamento desse, não é para qualquer homem comum :)

        Responder
      2. Sara Cardoso

        Apoiada, verdade minha querida, os homens machistas pensam que procuramos um pai para nossos filhos, pagar nossas contas etc. são insensiveis, e não enxergam que o que nós mulheres maduras e experientes queremos é um companheiro e parceiro pra uma vida amorosa e ativa …

        Responder
      3. Ricardo Fischer

        Não querer relacionamento serio com mulher com filhos são se trata de preconceitos como falam e comumente rotulam. É tudo uma questão de opção pura e simplesmente porquê uma relação afetiva/amorosa a princípio deve se começar a dois! Mulher com filhos pequenos ainda é casada, não com o ex, más, com os filhos. Essa tese se baseia na prioridade de uma mãe solteira que de uma forma equivocada destrói o tempo útil para se estar com o parceiro e isso porquê dedicam muito do seu tempo aos filhos e transformam o relacionamento afetivo em rotinas de desculpas por causa de problemas de ordem geral dos filhos e ao cansaço. Uma mulher só vai poder ter sim a real chance de refazer sua vida amorosa, quando os filhos dela tiverem endereços diferentes do delas! Homens que tem filhos pequenos, também não são bons partidos para relacionamentos sérios, no enfoque feminino, muito embora elas sejam mais complacentes com a situação do que os homens.

        Responder
  11. Sara Cardoso

    verdade. e cadê as mulheres sérias pra se defenderem…….rs
    Nem vou falar dos Pais solteiros então.kkkkkkkk

    Responder
  12. Victor

    – Não há nenhuma vantagem em se relacionar com uma Mãe Solteira. Motivo: Paternidade Sócio Afetiva. Caso venham a casar e se separar.

    – A grande maioria delas foram irresponsáveis, ou vulgarmente falando (lanches de cafajestes) durante a juventude e agora precisam de um bobo que as sustentem (por mais que digam que sejam independentes) elas agora vão querer um homem patrocinador.

    – Só vejo contras em relacionar com uma mãe solteira.

    Responder
  13. Gustavo

    Mãe solteira é sinônimo de mulher irresponsável; Homem que aceita mulher nessa condição não passa de um otário.

    O papo de que elas trabalham, são independente e guerreiras é tudo falácia. Na verdade, não querem é ter a responsabilidade de cuidar da criança sozinha e, claro, procuram um paspalho para empurrar a encrenca.

    E se elas não conseguem se acertar nem com o cara com quem tiveram filhos, por que irão viver bem com o trouxa que assumir o filho de outro?

    Na boa, de mulher com filho passo bem longe. Azar de quem topar!

    Responder
    1. Victor

      OBS: Cada caso é um caso. Mas, seja qual for o caminho a se tomar, relacionar com uma mãe solteira, levará o parceiro a ‘Paternidade Sócio Afetiva’. Pagar pensão a filho alheio e dividir os bens patrimoniais com ex parceira mãe solteira (caso venha o divórcio) e ainda o filho da mesma assumir estes mesmos patrimônios na maioridade, está fora de cogitação a nós homens que estudamos e conhecemos as leis.

      Conclusão: Relacionar com uma mãe solteira? Não, obrigado.

      Responder
  14. Ricardo Fischer

    Não querer relacionamento serio com mulher com filhos são se trata de preconceitos como falam e comumente rotulam. É tudo uma questão de opção pura e simplesmente porquê uma relação afetiva/amorosa a princípio deve se começar a dois! Mulher com filhos pequenos ainda é casada, não com o ex, más, com os filhos. Essa tese se baseia na prioridade de uma mãe solteira que de uma forma equivocada destrói o tempo útil para se estar com o parceiro e isso porquê dedicam muito do seu tempo aos filhos e transformam o relacionamento afetivo em rotinas de desculpas por causa de problemas de ordem geral dos filhos e ao cansaço. Uma mulher só vai poder ter sim a real chance de refazer sua vida amorosa, quando os filhos dela tiverem endereços diferentes do delas! Homens que tem filhos pequenos, também não são bons partidos para relacionamentos sérios, no enfoque feminino, muito embora elas sejam mais complacentes com a situação do que os homens.

    Responder
  15. Ricardo Fischer

    REGRAS PARA O SUCESSO DE UMA MULHER COM FILHOS EM UM NOVO RELACIONAMENTO
    Dica Para As Mulheres:

    A primeira coisa que uma mulher divorciada e com filhos deve cuidar é de sua vida financeira para se tornar independente!
    A segunda coisa é administrar o tempo de estar com os filhos e conciliar o tempo com o novo parceiro, afinal de contas ele não tem culpa alguma nessa história de “falta de tempo ou cansaço”.
    A terceira coisa é ser realmente dedicada! Cuidar para ser cuidada! Dar para receber porquê a pior solidão é a solidão a dois. Se quer se relacionar de forma seria, a coisa tem que ser seria, tem que se dedicar! Tem que saber abrir mãos de algumas coisas e não há outra forma.
    A quarta coisa seria ter comprometimento! As mulheres acham e pensam que toda a responsabilidade de uma relação é dever do homem e dele deve partir tudo nesse sentido! Um erro obsceno esse!
    A quinta coisa seria quando estivesse segura da relação, apresentar o novo namorado para os filhos e ter uma conversa muito franca com eles sobre sua relação.
    A sexta coisa é evitar contatos com o ex pessoalmente! Evitar ao máximo para não gerar nenhum tipo de situação constrangedora para o novo parceiro.
    A sétima coisa é fazer com que os filhos sejam amigos do seu novo parceiro.
    A oitava coisa é zelar pela integridade moral do seu parceiro evitando os excessos que os filhos cometem contra a honra e a moral dele.
    A nona e zelar sempre pela harmonia na relação com respeito, carinho e benevolência.
    A décima é evitar que a relação se transforme em desculpas rotineiras de problemas solúveis com relação aos filhos que as mulheres podem mais não querem resolver.
    A décima primeira coisa é dividir as despesas/gastos. Fazer passeios em conjunto porquê isso ajuda a confraternizar e propicia uma melhor interação pessoal e humana entre todos.
    A décima segunda coisa é ter a maturidade,manter o respeito, a dignidade e está com o coração realmente apto para que o sucesso seja alcançado.

    Responder
  16. Ricardo Fischer

    REGRAS PARA O SUCESSO DE UM HOMEM PARA SE RELACIONAR COM UMA MULHER COM FILHOS:
    Dicas Para os Homens:

    Primeiramente lembre´-se que ela não é solteira! Não olhe para ela pura e simplesmente como se só ela existisse. Lembre-se que ela tem filhos também! Lembre-se disso sempre!
    Esteja pronto para administrar problemas e conflitos porquê eles hão de vir!
    Nunca queira ser o pai dos filhos dela! Lembre-se que os filhos dela tem pai! Nesse caso, procure ser o melhor amigo dos filhos dela e você terá chances reais de ser para eles mais do que um amigo!
    Se você ver os filhos dela fazendo algo de errado, não os repreenda! Fale para a mãe o ocorrido e peça para ela tomar uma atitude. Haja com sensatez. Com o tempo, a sua parceira sentirá firmeza em seus cuidados e nas suas orientações e ela vai te acolher como uma pessoa que pode sim dar uma boa edução para os filhos dela e deles ter o devido respeito e carinho.
    Seja sincero com a sua namorada e diga-lhe sobre as suas reais condições financeiras. Fale a verdade para ela. Se for para sair para gastar e é claro que isso vai ocorrer, faça ela entender a sua situação e que ajude você nas despesas, caso ela possa.
    Marque os dias da semana para vocês ficarem a sóis. Isso tem que ser uma regra que deve ser respeitada principalmente por ela. Seja firme e peça que ela haja nas conformidades. Erros corriqueiros na verdade são abusos. Trace as regras doravante do seu relacionamento com ela e como ele deve ser a princípio.
    Vez por outra, saia para passear com ela e os filhos dela. Gaste um pouco e procure também passeios onde todos interajam entre si sem ter que necessariamente tenha que se gastar para se divertir. Isso ajuda muito no campo da confraternização e na interação pessoal. Vale a pena.
    Nas datas festivas como aniversários, caso os garotos não possam estra juntos com vocês na data do aniversário deles, se antecipe e faça um dia antes uma comemoração juntos.
    Se você souber fazer e tiver maturidade você pode até ser a referência deles ao invés da do pai biológico. Conquiste e não imponha.
    Na sua casa, trace as regras de conduta deles! Ela vai ter que aceitar sabendo de suas limitações quando você é mero codjuvante quando está na casa dela. Deixe-os ver que você também tem as suas normas de conduta e de vivência.
    Seja prudente porquê não é fácil adquirir novos hábitos comportamentais dos quais você nunca teve experiências pregressas para se espelhar quando você só quer e precisa da atenção, do carinho e da dedicação dela como meta primária.

    Responder
  17. Ricardo Fischer

    A melhor fase de uma mulher é quando ela é solteira indubitavelmente, porém, em duas situações específicas as chances reais de uma mulher que busca um relacionamento franco e aberto, serio e assumido ter chances exponencias de efetivamente dar certo são em duas oportunidades:

    1 – Quando o filho dela é recém nascido e o pai biológico e totalmente ausente,
    2 – Quando eles já são maiores de idade, são independentes financeiramente e moram em endereços diferentes da genitora!

    Sobre essas condições acima tudo conspira para as chances serem reais e efetivas para que o resultado seja o sucesso!

    Responder
  18. Pedro

    Boa tarde!
    Namoro a 4 meses, uma mãe solteira, e ela divorciou tem uns 3 anos, e o filho dela hoje tem 7 anos, ela não trabalha, vive da pensão do ex, e eu ja tenho a minha vida estabilizada há muito tempo, ocorre que ela vive contando historia do passado dela, já conversei e falei que não tenho interesse em saber do passado, porém ela vive voltando nesse assunto e fala que eu tenho que me acostumar, porque ela foi casada e tem um filho com o ex, eu até gosto de namorar com ela, tem uma química bacana, mas sinceramente creio que não vou me adaptar a essa função de padrasto.
    E na realidade eu vejo que sou um porto seguro pra ela, será o que vou me adaptar a essa situação ou é furada?

    Responder
    1. Victor

      – Sai dessa!

      – Você mesmo sabe a resposta. A sua querida namorada mãe solteira agora quer um provedor.

      – Percebe-se que a mesma ainda não esquece o ex. E você está carregando os fardos.

      – Você mesmo disse que já tem uma vida estabilizada, é esta mesma estabilidade que elas buscam. Por mais que as mesmas digam que sejam independentes.

      – Ponha isto em sua mente: “Paternidade Sócio Afetiva”.

      Responder
    2. Rob

      Pedro, foge! o problema não é ela ser mãe solteira. Acorda! Ela não tem objetivo na vida “vive da pensão do ex”. Ela não olha para frente “ela vive contando historia do passado dela”. Se padrasto não é problema, o problema é ela na tua aba. As mulheres que tem o filho ‘sozinha’ são guerreiras, porém você achou uma que vive do $$$ do pai da criança, que já não virá se você ficarem juntos.

      Responder
    3. Gustavo

      Foge cara porque é FRIA!
      No fundo você mesmo sabe que tem algo errado. A mulher além de acomodada (vive da pensão do ex) o obriga a ouvir falar de outro homem. Absurdo! Pense bem, Pedro. Você aceitaria
      que alguma mulher sem filhos com quem você se relacionou antes ficasse falando de outro cara? Por que a mãe solteira tem essa prerrogativa?
      E outra, você mesmo disse que está estabilizado. Este é um motivo
      a mais pra você procurar alguém que esteja num patamar igual ao seu.
      Por último, o lance da química – eu sei bem como é pois já me
      relacionei com mãe solteira – nada mais é do que o sexo fácil que
      ela lhe oferece.
      Espero ter ajudado, camarada.

      Responder

        1. Mãe solteira é furada. Já passei por esta experiência…
          “Quem é inteligente aprende com os próprios erros. Quem é sábio aprende com os erros dos outros.” Pensem bem nisso.

          Responder
  19. Waldir

    Li todos os depoimentos e argumentos aqui expostos e, por experiência própria, digo:
    1 – A probabilidade de não dar certo o relacionamento com uma mulher que já tenha filhos é muito grande por vários motivos – não admitir que o namorado/atual marido chame a atenção do filho/a, uma vez que ele não é o pai – colocar o marido em segundo “plano” quando estiver o filho/a presente – defender sempre o filho/a (estando esse errado) quando houver uma discórdia com o namorado/marido – etc…
    2 – Já vi e pesquisei que a mulher solteira, geralmente, não curte o filho/filha do namorado/marido por ser filhos de outra mulher. Na pesquisa que fiz, ainda é mais fácil o homem aceitar a mulher com filhos do que o oposto (aceitar os filhos da outra é mais complicado do que aceitar os filhos dos outro), considerando que toda a regra tem exceção.
    3 – Depende muito de como a mulher age como mãe. Se sabe dar limites aos filhos e há respeito deles para com ela, isso ajuda muito a dar certo o relacionamento, caso contrário, diria que é quase impossível.
    Mais uma vez falo: TODA A REGRA DE EXCEÇÃO.
    Outra dificuldade: DIÁLOGO (Saber falar, saber ouvir e pensar no que está falando e no que está ouvindo)

    Responder
  20. rafael

    olá!!! namoro uma mae solteira há 2 anos… ela tem uma filha de 5 anos.. gosto muito da minha namorada, a gente tem uma quimica legal, ela é bunita, tudo o que eu quero numa mulher…

    poreeeeeem…… ela nao tem nenhum tipo de contado com o pai da criança segundo ela fala e segundo eu sei… porem algumas coisas me incomoda!!! primeiro o que incomoda é o tempo… gostaria de ter sempre ela por perto mais eu tenho que dividir esse tempo com a criança!! é normal mais é ruim tbem.. mais isso nao é motivo pra terminar apesar de nao ser bom.. segundo é a sensação de que ela goste do ex ou que ela queria ficar com o ex pelo bem da criança, sensação que ela converse com ele, isso gera muita insegurança e desconfiança motivo pelo qual a gente briga frequentemente!! terceiro eu tenho na cabeça que a familia de lá ou seja a familia do ex dela é apenas familia da menina e não dela ou de algum parente da minha namorada.. e contatos pelo face ou até mais do que necessario pessoalmente ( entrar dentro de caso e afins ) me incomoda muuito… sim minha namorada precisa ter tempo com a familia de lá pois ela é criança mais nao mais do que o necessário pq a familia é da menina!!! e ela tem direito de ir pra lá! e o ultimo é saber que num futuro tipo noivado ou afins vou ter que leva a filha dela junto cmg pra qualquer lugar, ( minha familia,amigos etc.. ) não tenho nada contra a criança, gosto dela , ela gosta de mim.. porem cada um no seu quadrado e com muito respeito um pelo outro!! pra mim o papel do padrasto é respeitar… minha namorada fala que alem de respeita precisa aceitar e sair junto!!! e agora?? eu amo minha namorada mais isso me incomoda demais… o que fazer? kk tem hora que da vontade de termina tem hora que falo que nao da sem ela… li todos os comentários aqui .. e da uma confusão… por a menina ser criança ela as vezes fala do pai perto da gente isso me incomoda muito!!!! complicado abraço a todos!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *